Vigilantes da Autoestima

Atitudes que transformam sua vida


15/10/2010


E la nave va...

Queridos VAEs,

ontem rezei para que a minha alma confortasse a alma da minha mãe e pedisse para que ela se desprendesse do corpo com tranquilidade.

Minha mãe partiu hoje ao meio dia. Fiquei feliz por ser na luz do dia (que ela ama muito).

Até o teto do quarto chorou. Uma água que sabe-se lá Deus de onde veio.

A família pede um ritual de passagem simples, mas sei que todos vocês estarão lá comigo.

Obrigada pelo carinho de toda essa rede do bem sempre unida: na alegria e na tristeza :'-)


Escrito por Gisela Rao às 15h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Dia 383 - O pulso ainda pulsa

O celular tocou ontem umas 9:30 PM. Acordei com susto achando que era do hospital avisando da chegada do "Barqueiro". Era uma amiga querendo companhia para o show do "Cramberries" (seja lá o que for isso). Eu tinha ido dormir umas 7 pm porque estava esgotada. Todos nós da família estamos, tanto física quanto emocionalmente. Nova em folha, só a alma, porque essa é incansável e é ela quem segura a onda (pelo menos a minha).

Eu disse "não" para minha amiga. Depois, liguei em seguida para dizer "sim" porque a morte faz a gente repensar muita coisa, principalmente que estamos vivos. Parece besteira, mas não é. Uma vez eu escrevi uma matéria sobre uma comunidade no orkut chamada "Profiles de Gente Morta". Eles comentavam o perfil de pessoas que haviam acabado de morrer mas, como ninguém tinha a senha da pessoa, o profile ficava vagando por aí. A maioria dos mortos eram jovens e vítimas de acidentes de carro. Bem triste e mórbido. Muita gente desceu a lenha na comunidade, mas já na entrada o mediador dizia que a ideia era justamente fazer as pessoas refletirem sobre a vida e pararem de perder tantas oportunidades e dizerem tantos "nãos!".

E foi por isso que aceitei o convite da amiga e fiquei lá, sentadinha na cadeira, vendo o povo pular alucinado, pensando que eu nunca mais vou falar nem pedir conselhos para a minha mãe porque ela está sedada e na travessia final. Sentindo uma dor doida e doída mas que, ao contrário da dor do des(amor), não queima nem estraçalha a gente. Mas eu estou feliz porque me despedi dela naquele dia em que falamos da roupa que ela quer usar no ritual de passagem. Nós duas falávamos muito sobre a morte sem problemas, escolhemos juntas (há muito tempo) o cd do seu velório etc, talvez porque sempre fomos intensas no cultuar a vida e as pessoas. Quem não tem medo da morte, celebra  melhor a vida, mas não quer dizer que queira morrer. Como dizem os Titãs: "Todo mundo quer ir pro céu, mas ninguém quer morrer".

auto estima

Mas a proximidade da morte de alguém que se ama também traz muitas, digamos, redenções. A raiva, mágoa, minhocation, vergonha, arrependimento, encanation, todas estas porcarias ficam menor e quase que desaparecem num passe de mágicas.

“Não há como negar: a cada separação, uma parte de nossos corações é desfeita. Ele continua a pulsar, mas seu ritmo parece sussurrar em nossos ouvidos que o mundo desabou. Algo morre, e junto das lágrimas que insistem em escorrer vem a certeza de não querer ver a cara do sol no dia seguinte. Mas o sol estará lá, nos lembrando que ele nasce do ventre da noite mais escura.

A primeira coisa a fazer é não fugir dessa dor. Pelo contrário.

Procure, todo dia, dedicar alguns momentos para ficar a sós com você mesma(o). Em silêncio, entre em contato com sua respiração e perceba como inspiração e expiração se sucedem numa dança sem fim. Sua dor vai aparecer, mas não a tema. Respire junto dela e pouco a pouco crie a intensão de dissolvê-la toda vez que exalar o ar" - Fernando Seth


Até amanhã e seja também um Vigilante da AutoEstima!

auto estima auto estima

 

> Infozinha: A Vigilante Andreza faz quick massagem na sua casa com desconto para Vigilantes: ahava.live@gmail.com

________________________________________________________

frases que levantam a auto estimaPróximo encontro dos Vigilantes da AutoEstima:  

Data30 de outubro - das 15:30 às 18:30 (alugamos um salão!)

Precito: R$ 20,00 (parte é doada para ONGs)

Atividades: Roda de conversas, limpeza e proteção energética com o Cyro Leãoopetiscos e muita risada

giselarao@uol.com.br    @giselarao

 ________________________________________________________

 

 

Escrito por Gisela Rao às 01h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

14/10/2010


Dia 382 - Tudo o que vive é Teu próximo

A frase  do título é do Gandhi, mas vai servir bem pra ilustrar este post. Outro dia eu falei de gente que fazia mal aos outros sabe-se lá Deus por qual motivo: falta de noção, de caráter, de evolução, por defesa, enfim... Então, hoje, eu vou falar de gente que faz um bem danado aos outros. Quem me inspirou a falar sobre isso foram os mais de 100 comentários (e emails) que recebi ontem. Muitos deles falavam que gostariam de fazer algo para aliviar a dor da quase perda da minha mãe, mas quero que vocês saibam que cada comentário foi uma benção e uma grande força para mim. Simplesmente, desde que comecei este blog nunca mais me senti só.

autoestima

 

Me sinto mesmo como os gansos em formação em "V" e este é um momento em que estou "deixando" um pouco o bando para me curar e sinto vocês me acompanhando neste processo. Ainda falando de pessoas do bem, gostaria também de citar o caso dos Mineiros e o papel de Úrzua, o chefe no grupo. Reproduzo um texto do UOL:

"No momento do acidente, Urzúa era o chefe de turno, e manteve um papel de liderança dentro da galeria. Ele foi o autor dos planos de organização do refúgio, levou o grupo para uma região menos úmida e organizou o sistema de racionamento de alimento nos primeiros dias.

O resgate de Urzúa - que ficou por último por ser o líder do grupo - encerra com sucesso dois meses de operações organizadas pelo governo do Chile para salvar a vida dos 33 mineiros".

Pessoas como ele e cada um de vocês aqui me lembram como ainda tem gente bacana neste Planeta e que considera a bondade ainda uma grande virtude. Agradeço o carinho de todas as mulheres e homens que me escreveram. Estamos juntos e vamos fazer um encontro de arrasar no fim do mês. Faremos uma mega corrente de proteção que emanará para todos os Vigilantes!

Em janeiro, realizarei o primeiro encontro do VAE fora de São Paulo, no Rio de Janeiro. Preparem-se, cariocas :)

Até amanhã e seja também um Vigilante da AutoEstima!


> Infozinha: Blog VAE recomenda o queridinho tarólogo Marcelo Maris: (11) 7225-9299 (atende em todo Brasil):  marcelo-maris@uol.com.br

________________________________________________________

frases que levantam a auto estimaPróximo encontro dos Vigilantes da AutoEstima:  

Data30 de outubro - das 15:30 às 18:30 (alugamos um salão!)

Precito: R$ 20,00 (parte é doada para ONGs)

Atividades: Roda de conversas, limpeza e proteção energética com o Cyro Leãoopetiscos e muita risada

giselarao@uol.com.br    @giselarao

 ________________________________________________________

 

_________________________________________________________

 Palha = autoestima baixa  Madeira = média  Tijolo = ótima

Hoje: casinha de tijolo 

O que fiz de bom por mimbondade é tudo

O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum

________________________________________________________

 

Escrito por Gisela Rao às 00h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/10/2010


Dia 381 - Que os ciclos de encerramento sejam doces

auto estima

Eu vejo a porta deste quarto de hospital quase todos os dias e sei que, em breve, não o verei mais. Minha mãe está muito doente e a gente está se revezando para ficar ao lado dela. Eu estou tendo um equilíbrio que não imaginava ter, o que significa que neste um ano de blog muitas coisas mudaram mesmo para melhor no meu ser, o que talvez inclua eu ter encontrado minha própria mãe e pai dentro de mim.

Mas hoje quando minha mãe disse que quando morrer ela quer usar a camisola e o chinelinho cor-de-rosa eu não aguentei e as comportas dos olhos se abriram. Ela não percebeu porque escorreguei rapidinho para o banheiro, lavei os olhos e coloquei meus óculos. Na volta, eu disse para ela: "Você é a mocinha mais vaidosa que eu conheço".

Já disse aqui no blog que minha mãe jogou xadrez com a morte várias vezes e venceu e que ela ficou nesta vida de teimosa e obviamente porque tinha sua missão a cumprir, mas quando chega a hora não tem ninguém preparado. Nem a família, nem a pessoa que está para embarcar. Ela sente medo de morrer, assim como minha avó também sentiu (me lembro bem). A sociedade peca quando não ensina ninguém, de lado nenhum, a lidar com esse momento. Aliás, nem com a morte do corpo e muito menos com a morte do amor. E o mais duro não é nem considerar a hipótese de perder esta pessoa e, sim, vê-la sofrendo. Ver quem a gente ama sofrer dói quase igual na gente, talvez por isso tantas pessoas façam coisas loucas quando vêem seu companheiro(a) sofrendo por falta de dinheiro ou seja lá o que for. Então, eu já não julgo mais ninguém.

auto estima

No filme "Vincere", a amante de Mussolini não suporta vê-lo desesperado por se sentir impotente politicamente e resolve vender todas as suas coisas para ele fundar o seu jornal. O filme é tristíssimo porque depois ele ca@# bem na cabeça dela e do filho (que ela teve com ele). Mas, sim, claro, ela vendeu porque quis e em nome de uma paixão avassaladora por ele (Deus me livre e guarde).

Mas voltando ao tema saúde muitas vezes, como neste caso, não tem nada que a gente possa fazer a não ser desejar que o final do ciclo seja doce, muito doce, porque minha mãe foi uma das melhores pessoas que conheci na vida e foi ela quem me ensinou a arte da generosidade e da compaixão pelos outros e também do elogio e validation :)

Então, seja quando for, que a  travessia seja doce, minha querida.

aUTO ESTIMa

 

" Não há ruptura de laços entre os que se amam no infinito do espaço  e na eternidade do tempo"(Chico Xavier)

 

Até amanhã e seja também um Vigilante da AutoEstima!


> Infozinha: Blog VAE recomenda o queridinho tarólogo Marcelo Maris: (11) 7225-9299 (atende em todo Brasil)

________________________________________________________

frases que levantam a auto estimaPróximo encontro dos Vigilantes da AutoEstima:  

Data30 de outubro - das 15:30 às 18:30 (alugamos um salão!)

Precito: R$ 20,00 (parte é doada para ONGs)

Atividades: Roda de conversas, limpeza e proteção energética com o Cyro Leãoopetiscos e muita risada

giselarao@uol.com.br    @giselarao

 ________________________________________________________

 

_________________________________________________________

 Palha = autoestima baixa  Madeira = média  Tijolo = ótima

Hoje: casinha de tijolo 

O que fiz de bom por mimsentindo muita, muita gratidão

O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum

________________________________________________________

Escrito por Gisela Rao às 23h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Dia 380 - Um passinho à frente na consideração, faz favor!

Recebo emails, emails e emails de pessoas que se separaram, mas noto que a dor maior não é a ausência do(a) Fulanito(a) e sim a falta de consideração por parte deste(a) companheiro(a) para lidar com o sentimento do outro no final da relação. Tem gente que não quer ter uma conversa final, tem gente que some, que diz coisas mega depreciativas, que arruma outra(o) no dia seguinte e tasca no Facebook, tem gente que, de sacanagem, não valida o quanto a relação foi boa, que não tem nenhuma gratidão apesar do companheiro(a) ter ajudado muito, tem gente que ainda quer levar uma graninha em cima etc etc etc. Eu chamo isso de alma pouco evoluída pra não dizer: falta de caráter!

Mais um vez vou começar falando de amor, mas depois vai valer para tudo. E, em vez de citar a frase de Saint Exupéry - "Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas" -, vou citar o filme "Flores Partidas". Neste roteiro, o egoísta personagem principal (Bill Murray) recebe uma carta anônima dizendo que ele tem um filho de 18 anos. E ele resolve visitar suas ex-namoradas para descobrir quem é a mãe do garoto e entender melhor a situação.

auto estima

As cenas que a gente vê ao longo do filme são de arrepiar porque ele encontra ex-amores que o tratam bem, outros que mal se lembram dele e alguns que ele destruiu a vida de uma forma que nunca poderia imaginar. Pois é... Eu tinha um dupla japonês em publicidade que costumava dizer: "O bem se faz aos poucos. O mal, de uma vez só". Mas não acredito que isso valha para o amor.

Vou dar um exemplo: quando me separei de Mr Dolito, meu ex-ex, eu tinha um carinho e uma gratidão tão grandes por ele que sempre o procurava para ver como estava e se precisava de algo. Tanto é que, após um ano, somos grandes amigos (e ele até me buscou no aeroporto às 6 da matina quando voltei da Itália). Eu tive consideração por ele porque nesta altura da vida tenho bem mais consciência das coisas do que quando era mais jovem e certamente escorreguei no quiabo (e nem sei o que os meus ex sofreram, mas hoje em dia eu sinto muito por isso). Se você está sofrendo com a falta de consideração de Fulanito(a), tenho algo a dizer: diga para a sua vaidade (ego) que tudo bem passar por isso, que você não vai morrer, que tudo bem se você não foi perfeita(o) e que você sabe o quanto deu o melhor de si na relação, mesmo que não haja validação por parte do outro. E que, sim, tem gente muito sem noção por aí que infelizmente não conhece o poder da gratidão e da sensibilidade e que talvez nem tenha mesmo ferramentas para lidar com isso. E ego ferido é uma âncora que não nos deixa conhecer novos horizontes. É nisso que você tem que colocar sua energia agora e não tentando entender as causas da frieza do outro, afinal, como eu sempre digo: são 100 bilhões de neurônios, fora as neuroses ;)

Eu não sei bem o que está acontecendo no mundo, mas acho que a palavra "consideração" está caindo em desuso. Até no metrô você vê que o povo que entra não tem consideração pelos que estão saindo. Um verdadeiro cruz credo. Aliás, eu poderia citar milhares de exemplos envolvendo alunos e professores, políticos e povo, jovens e gente de idade, gente e natureza, clientes e garçons etc etc.

auto estima

Portanto, se você é um Vigilante da AutoEstima te peço encarecidamente que você preste atenção se está tendo consideração pelo outro, qualquer outro: companheiro(a), mais velhos, porteiro, garçom, animais, natureza, crianças e, principalmente, consideração com você mesma(o). Não custa nada e te garante um bom karma :)

"Somos demasiado frívolos: buscamos o atordoamento das mil distrações, corremos de um lado a outro achando que somos grandes cumpridores de tarefas. Quando o primeiro dever seria de vez em quando parar e analisar: quem a gente é, o que fazemos com a nossa vida, o tempo, os amores. E com as obrigações também, é claro, pois não temos sempre cinco anos de idade, quando a prioridade absoluta é dormir abraçado no urso de pelúcia e prosseguir, no sono, o sonho que afinal nessa idade ainda é a vida" - Lya Luft

 

 

Até amanhã e seja também um Vigilante da AutoEstima!

________________________________________________________

frases que levantam a auto estimaPróximo encontro dos Vigilantes da AutoEstima:  

Data: 30 de outubro - das 15:30 às 18:30 (alugamos um salão!)

Precito: R$ 20,00 (parte é doada para ONGs)

Atividades: Roda de conversas, limpeza e proteção energética com o Cyro Leãoopetiscos e muita risada

giselarao@uol.com.br    @giselarao

 ________________________________________________________

 

_________________________________________________________

 Palha = autoestima baixa  Madeira = média  Tijolo = ótima

Hoje: casinha de tijolo 

O que fiz de bom por mimlembrando de considerar os outros :)

O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum

giselarao@uol.com.br  @giselarao

 ________________________________________________________

Escrito por Gisela Rao às 00h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10/10/2010


Dia 379 - Hoje vai ser um grande, grande dia

Tenho dois novos amigos, de 20 anos, muito fofos: Rafael e Felipe (rafa trabalha comigo). Eles encanaram que eu deveria ir pra balada na sexta. Fazia muito tempo que eu não ia num lugar tão agitadinho, mas eu adoro dançar, então lá fui eu como minha amigona Renata Rode, escoltada pelos queridos. Sem falsa modéstia: eu estava uma gata :) Foi lá que vi o quanto meu coração está alegre de novo e também foi lá que me esbaldei ao som da música do Black Eyed Peas: "I gotta felling" (símbolo da tentativa dos EUA de virarem o jogo no meio desta crise). Eu dancei muito com eles e com muita gente. Dancei até com um cara que se agitava tanto que parecia um vírus em mutação hahahaha. 

A letra original da música inclui a palavra "noite": "Eu tive um pressentimento de que essa noite será uma grande noite". Mas procurando na internet, eu achei esse vídeo emocionatíssimo da Oprah em Chicago, onde eles trocam a palavra "noite" por "dia". Eu como eu estou total na vibe de celebrar a vida, o dia, a tarde, a noite, o que vier, eu mudei a tradução pra acompanhar o show da OPrah (e resumi a letra).

Se desapegar do sofrimento e se sentir feliz é tudo o que eu desejo a cada um de vocês aqui. Mesmo que você esteja se sentindo sozinha(o) no feriado (faça como eu, vá com os amigos no cinema! Tem cada filmão para ver :). Às vezes, é mais fácil do que parece ficar bem e concordo com a definição do astrólogo Quiroga: "Para estar feliz, basta não estar infeliz".

 

"Eu posso sentir

Que hoje o dia vai ser bom

Que hoje o dia vai ser muito bom 

Este é o dia

Vamos viver ao máximo

Eu tenho meu dinheiro

Vamos gastar até

Sair e arrasar

Tipo um Oh Meu Deus

Saia desse sofá

Vamos sair

Eu sei que teremos um baile

Se nós descermos e sairmos

E nos soltarmos

Eu me sinto estressado

Eu quero me livrar disso

Vamos muito mais longe

E perder todo o controle

Vamos fazer

Vamos fazer

Vamos fazer

Vamos fazer

e fazer

e fazer

Vamos viver ao máximo

e fazer

e fazer

e fazer, fazer, fazer

Algo me diz (uhhhu)

Que hoje o dia vai ser bom

Que hoje o dia vai ser muito bom"

 

Até amanhã e seja também um Vigilante da AutoEstima!

> Agende-se: Próximo encontro ao vivo do VAE: 30/10. Vamos trabalhar a autoestima, rir muito, conhecer gente nova e comer coisinhas gostosas. Teremos como convidado um terapeuta transpessoal que ensinará limpeza e proteção energética. Alugamos um lugar bem legal para isso :)

_________________________________________________________

 Palha = autoestima baixa  Madeira = média  Tijolo = ótima

 

Hoje: casinha de tijolo 

O que fiz de bom por mimuhuuuuuuuuuuuuuuu

O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum

giselarao@uol.com.br  @giselarao

 ________________________________________________________

Escrito por Gisela Rao às 23h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
Gisela Rao
Gisela Rao é publicitária, escritora e está jornalista. Cansada de ver tanta gente se desvalorizando por aí (inclusive ela mesma!), resolveu criar o programa de motivação Vigilantes da AutoEstima, junto com a psicóloga Neiva Bohnenberger. Se anda difícil para você olhar no espelho e dizer "Eu me amo", acompanhe - e participe - dos relatos dessa divertida escritora, totalmente gente-como-a-gente, que se lançou um desafio:
vigiar sua autoestima por 365 dias. Conseguiu! E a saga continua...
Para o alto e avante!





Conheça meus livros:

Tchau, Nestor        Socorro, Leitora!





Histórico

    Outros Sites

    template-mod por André Dogon