Vigilantes da Autoestima

Atitudes que transformam sua vida


15/07/2011


Dia 138 - Nós e o sentido da vida

Fernando Seth é um amigo de longa data. Quando o conheci ele estava numa fase bem difícil, tanto emocional quanto profissionalmente. Hoje, 14 anos depois, é uma das pessoas mais doces e iluminadas que conheço e já foi convidado especial em dois encontros do VAE. Fernando, além de mestre em Meditação e Revitalização, faz um trabalho interessantíssimo: é um "Soul Friend" ("amigo da essência da alma") 

auto estima 

Ou seja: se você está com inquietude ou angústia  na alma, famoso vazio existencial, você pode contratá-lo por hora. Ele caminha (literalmente) com você, conversando e confortando o seu ser. É importante ressaltar que ele não pertence a nenhuma religião, apenas estudou muito sobre autoconhecimento e espiritualidade. Fernando é o que os mestres espirituais chamam de "Buscador". É um trabalho maravilhoso e ontem eu o chamei para darmos uma dessas longas caminhadas pela Vila Madalena (com direito a um docinho no Amor aos Pedaços, claro). Demos muita risada porque, ao final do bate papo "da essência da alma", ele virou e disse: "A vida é mesmo um grande mistério...". Eu falei: "Pô, Fê, estamos há duas horas juntos, te chamo para aquietar minha alma "tropeçante" e você diz só isso?" Ahahahahaha. Na verdade, foi uma brincadeira porque as conversas com ele são extremamente reconfortantes. Aí, ele me contou sobre o mestre budista no leito de morte. Alvoroçados, os monges mais jovens tentaram obter a resposta que todo mundo quer saber e perguntaram: "Mestre, antes de partir, nos diga: qual o sentido da vida?". O mestre respondeu: "Uma xícara de chá".

Imediantamente a resposta percorreu o mosteiro. Mas, infelizmente, não satisfez. Antes da dar o último suspiro, o iluminado ouviu a pergunta: "Mas, mestre, o sentido da vida não pode ser uma xícara de chá". Neste momento, o velho monge respondeu: "Então, não é..." (e morreu). Ahahahahhahahaha.

auto estima

Vamos combinar que o sentido da vida é o que você quiser dar para ela. E que, ao invés de ficar pensando muito nisso, viva! Do melhor jeito que der. E, não se preocupe: quando a alma fica xoxa é apenas uma fase. Já, já ela se encanta novamente com as infinitas possibilidades desse mundo véio e sem porteira :)

"Ser louco não é para quem quer é para quem pode" - Salvador Dali

Seja um Vigilante da AutoEstima. Para o alto e avante!


> Fernando também atende também por Skype - ferseth@gmail.com (mande email)


> Bom pra autoestima: Texto de Gisela Rao sobre O que falta para você ser feliz: http://migre.me/5gAhA

======================

Importantedevido à grande procura para o encontro do VAE este mês, repetiremos o evento dia 23 de Julho. Só mais 3 vagas!!!: giselarao@uol.com.br

A convidada será a terapeuta Eliana Guimarães,  que ensinará a vibrar o pensamento na frequência das coisas que você quer conquistar

======================


======================

Palha = baixa  Madeira = média  Tijolaço = ótima

Hojeautoestima de madeira 

O "lobo mau" interno que me detonou: xoxice d'alma

O que fiz de bom por mim? caminhei com Fernando Seth :)

Escrito por Gisela Rao às 02h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/07/2011


Dia 136 - Você está com "Síndrome de Ouro de Tolo"?

Um amigo muito querido mandou um MSN hoje perguntando se podia me ligar, ele precisava conversar com um amigo. Eu disse que sim, claro. Nunca deixo um amigo na mão. Ele dizia que tinha conseguido tudo o que queria: emprego novo, apartamento novo... mas que sentia uma incerteza sobre ter feito ou não a coisa certa. Como se ele precisasse dessa incerteza para não deixá-lo feliz com as conquistas. Ele me perguntou se era autossabotagem. Eu respondi: "Não! É "Síndrome de Ouro de Tolo".

Eu dei esse nome para essa "síndrome" por causa da música "Ouro de Tolo" do Raus Seixas. Nela, ele diz: "Eu devia estar contente porque eu tenho um emprego, sou um dito cidadão respeitável e ganho quatro mil cruzeiros por mês... Eu devia agradecer ao Senhor por ter tido sucesso na vida como artista. Eu devia estar feliz porque consegui comprar um Corcel 73... Eu devia estar alegre e satisfeito por morar em Ipanema depois de ter passado fome por dois anos aqui na Cidade Maravilhosa... Ah! Eu devia estar sorrindo e orgulhoso por ter finalmente vencido na vida, mas eu acho isso uma grande piada e um tanto quanto perigosa... Eu devia estar contente por ter conseguido tudo o que eu quis, mas confesso abestalhado que eu estou decepcionado... Porque foi tão fácil conseguir e agora eu me pergunto "e daí?"

auto estima

Acho que muita gente aqui já passou por isso. Nossa, eu já passei muito por isso e acho que existe uma "cura" para essa "síndrome" que, aliás, o próprio Raul Seixas revela no final da sua letra: "Eu que não me sento no trono de um apartamento com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar... Porque longe das cercas embandeiradas que separam quintais, no cume calmo do meu olho que vê assenta a sombra sonora de um disco voador...".

Não, ele não estava doidão (ou estava, sei lá). Acho que ele quis dizer o mesmo que Campbell falou em seu livro "O Poder do Mito", ou seja: a felicidade não está nas coisas da vida e sim nos mistérios da vida. Há quanto tempo você não larga o controle de tudo e de todos e se deixa levar pelos mistérios? Aqueles momentos raros que a mente não entende lhufas, mas que arrepia a gente, que dá uma sensação de nossa-eu-fui-tocada(o)-por-algo-além da minha compreensão"

Hoje, assitindo ao filme "As Mães de Chico Xavier" na madruga, ouvi de uma senhora que perdeu o filho uma das frases mais belas da minha vida: "São as coisas simples que nos elevam..."

Seja um Vigilante da AutoEstima. Para o alto e avante!


 

 

> Bom pra autoestima: artigo muito bom de Dorit Vera sobre Você reclama demais?: http://migre.me/5femn


======================

Importantedevido à grande procura para o encontro do VAE este mês, repetiremos o evento dia 23 de Julho. Só mais 5 vagas!!!: giselarao@uol.com.br

A convidada será a terapeuta Eliana Guimarães,  que ensinará a vibrar o pensamento na frequência das coisas que você quer conquistar

======================

Palha = baixa  Madeira = média  Tijolaço = ótima

Hojeautoestima de tijolaço auto-estima

O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum

O que fiz de bom por mim? yoga reequilibrando

 

Escrito por Gisela Rao às 03h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/07/2011


Dia 135 - Como é o seu Quadro da Felicidade?

Uma vez eu vi esse filme "O Segredo". Eu achei ele muito chato, mas mandavam fazer um tal Quadro da Felicidade com as fotos das coisas que você mais queria na vida. Coincidência ou não quando tinha este quadro eu estava num momento muito legal. Eu tinha dinheiro na poupança (quem diria) e estava feliz no amor. Eu lembro que nele havia uma foto de um apartamento com varanda (que eu queria ter um dia), eu no corpo da Angelina Jolie (montagem tosca) rodeada de meninas na Índia, uma foto com o namorado da época (que depois foi morar em Chicago) e um retrato da Oprah por quem eu gostaria de ser entrevistada um dia.

auto estima

Muito tempo se passou e agora eu resolvi fazer meu quadro da felicidade de novo. Mas eu dei uma travada boa no quesito amor. Continuo querendo fazer atividades humanitárias, que a Oprah me entreviste um dia, talvez ainda ter um apartamento com varanda, mas não tenho idéia do que quero e de quem quero no amor e se quero mesmo alguém nesse momento. Sério! Não tô conseguindo clarear esse setor da minha vida, talvez por estar envolvida com meu livro e com o VAE, talvez porque esteja muito frio, talvez porque não esteja fazendo tanta falta (e todo mundo lembra de como esse quesito era fundamental na minha vida). Não consigo distinguir se desencanei, se desacreditei, se me iluminei, se diminuí minha carência e sensação de solidão, se minha missão de vida diminuiu meu vazio existencial, se foi tudo isso junto, sei lá...

Melhor não forçar a barra e deixar a coisa rolar e o que tiver que acontecer... acontecerá. Sou extremamante humilde diante dos desígnios do destino e realmente, nesse momento, estou "pianinho".

Vou colocar, nesse quadro, uma foto da Itália, meu livro fazendo sucesso, o VAE bombando e também algo que simbolize a prosperidade (porque não sou boba, né).

E você? Como é o seu Quadro da Felicidade?


Seja um Vigilante da AutoEstima. Para o alto e avante!


> Bom pra autoestima: artigo ótimo sobre Sexualidade em cheque: http://migre.me/5erK0


======================

Importantedevido à grande procura para o encontro do VAE este mês, repetiremos o evento dia 23 de Julho. Só mais 5 vagas!!!: giselarao@uol.com.br

A convidada será a terapeuta Eliana Guimarães,  que ensinará a vibrar o pensamento na frequência das coisas que você quer conquistar

 

======================

Palha = baixa  Madeira = média  Tijolaço = ótima

Hojeautoestima de madeira 

O "lobo mau" interno que me detonou: tô estranha

O que fiz de bom por mim? arrumei metade da casa

Escrito por Gisela Rao às 23h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Dia 134 - Troque sua lista de "obrigações" por uma de "desejos"

 

Lembra no comecinho deste ano, quando você escreveu sua lista de desejos para realizar? Pois é, já estamos em julho e eu tenho uma aposta para fazer com você. Eu aposto que não realizou nem metade deles. E sabe por que motivo? Porque aquela não era uma lista de desejos, e sim de obrigações. Você escreveu com a mente, e não com o coração.

Provavelmente você listou praticar exercícios em uma academia que detesta, ou parar de comer algo que ama, ou ganhar dinheiro do jeito que der e não fazendo o que gosta, ou conhecer o amor da sua vida sem nem saber direito quem quer, e por aí vai...

Aí, coincidentemente, um belo dia você acorda com a sensação de “epa-espera-aí-eu-não-me-sinto-tão-feliz-quanto-gostaria”. É porque felicidade é um estado de espírito, e não uma equação matemática: não se planeja, apenas se sente.

Então, a boa notícia é: ainda faltam seis meses para você realizar os seus desejos em 2011. Jogue sua lista do começo do ano fora e feche os olhos. Fique em silêncio, sinta o seu pulso pulsar. Depois, pegue uma caneta e um papel e escreva os seus desejos.

autoestima

Você quer um amor? Como ele é? Faça-se a pergunta: “Eu estou pronta para ser para ele tudo o que desejo que ele seja para mim?”.

Quer emagrecer? Por quê? Para si mesma(o) ou para os outros? Que tal começar honrando e agradecendo o corpo que tem agora e que é seu companheiro mais próximo desde que nasceu? Aí, depois que ele virar seu amigo e não inimigo, você entra num acordo para fazer coisas que ambos gostem, e que o deixem melhor e mais saudável ainda do que está.

Você quer dinheiro? Para quê? Para comprar algo que todo mundo diz que é preciso ter ou para realizar algo surpreendente para si mesma(o)? Depois, escreva algumas formas de consegui-lo, realizando atividades que realmente curte. Puxa, deve ter tantas opções...

 

Seja um Vigilante da AutoEstima. Para o alto e avante!


> Bom pra autoestima: matéria ótima sobre Segredos das unhas bonitas e saudáveis: http://migre.me/5dSJC


======================

Importantedevido à grande procura para o encontro do VAE este mês, repetiremos o evento dia 23 de Julho. Só mais 8 vagas!!!: giselarao@uol.com.br

A convidada será a terapeuta Eliana Guimarães,  que ensinará a vibrar o pensamento na frequência das coisas que você quer conquistar


======================

Palha = baixa  Madeira = média  Tijolaço = ótima

Hojeautoestima de tijolaço auto-estima

O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum

O que fiz de bom por mim? recomeçando tudo hoje

 

 

Escrito por Gisela Rao às 03h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
Gisela Rao
Gisela Rao é publicitária, escritora e está jornalista. Cansada de ver tanta gente se desvalorizando por aí (inclusive ela mesma!), resolveu criar o programa de motivação Vigilantes da AutoEstima, junto com a psicóloga Neiva Bohnenberger. Se anda difícil para você olhar no espelho e dizer "Eu me amo", acompanhe - e participe - dos relatos dessa divertida escritora, totalmente gente-como-a-gente, que se lançou um desafio:
vigiar sua autoestima por 365 dias. Conseguiu! E a saga continua...
Para o alto e avante!





Conheça meus livros:

Tchau, Nestor        Socorro, Leitora!





Histórico

    Outros Sites

    template-mod por André Dogon